Realizado por Rodrigo Cortés, “Red Lights – Mentes Poderosas” é um filme dramático e suspense que pretende focar-se entre a ciência e o paranormal. Recheado de bons atores, como Sigourney Weaver, Robert De Niro and Cillian Murphy, “Red Lights” apresenta uma boa temática, que não tem sido alvo deste género de filme.

A narrativa centra-se na psicóloga e física Margaret e no seu assistente Tom que trabalham a desvendar fenómenos paranormais, demonstrando que são apenas acontecimentos físicos. No entanto, a história começa realmente quando decidem estudar as estranhas e míticas capacidades de Simon Silver, um dos videntes mais conceituados do mundo. Com isto, têm como objetivo comprovar que os videntes não existem e que é tudo uma falsidade.


É interessante a forma como o realizador ao longo do filme pretende convencer o público de que o vidente não é uma farsa, bem como também da própria comunidade científica da ficção. Também, outro ponto bastante positivo, é a maneira de conjugar o susto, o mistério e a indecisão, que contribuem a ter cenas de qualidade para um thriller.
Relativamente à temática, é de salientar que “Red Lights” transmite um bom debate entre a ciência e o misticismo, demonstrando os dois lados da “moeda”, ficando o público dividido.

Finalmente, é de referir que a transição da narrativa para o final não foi bem conseguida, visto que ao longo da história nada foi óbvio e descoberto e, de repente, quiseram terminar de forma ligeiramente “atrapalhada”. Porém, vendo o final sem contar com este pormenor de desorganização anterior, é de frisar que possui a sua profundidade.

Nota Pessoal: 6/10

Red Lights – Mentes Poderosas
M12|Drama, Mistério, Thriler|EUA, Espanha|113m, IMDB: 6,2/10 (5,980 votos)
Anúncios