A trilogia Batman termina com o terceiro filme “O Cavaleiro das Trevas Renasce” – o filme mais aguardado do ano. Andava no ar se o realizador Christopher Nolan conseguiria manter a grande qualidade do filme “O Cavaleiro das Trevas”, lançado em 2008, que foi considerado um dos melhores filmes policiais dos últimos largos anos, surpreendendo todos os críticos e fãs de cinema. Felizmente, o último filme da trilogia manteve esse nível e até superiorizou já as grandes particularidades do anterior, refletindo-se no sucesso e polémica que se observa pelo mundo inteiro.É de salientar, que os filmes do Batman não são apenas focados num super-herói, mas antes num conjunto de críticas inteligentes à sociedade, com cenas e personagens profundas. Nolan já nos tinha habituado a um estilo de filme obscuro e pessimista e continuou, aprofundando ainda mais esse registo. “O Cavaleiro das Trevas Renasce” mostra um Batman mais fragilizado, uma personagem que transmite ao público algo mais que um super-herói, ou seja, um humano comum que é obrigado a gerir as suas emoções e forças interiores.

Assim, inicialmente no filme, Batman (Bruce Wayne) é o “herói-fugitivo” culpado da morte de Harvey Dent, que juntamente com o comissário Gordon tentou fazer o bem maior para Gotham City. A isto, junta-se uma “gata” silenciosa, misteriosa e astuta, com objetivos particulares e desconhecidos, que interseta-se com Batman no decorrer da narrativa. Contudo, nada pior que o aparecimento de Bane, um terrorista mascarado, que tem propósitos destrutivos para com Gotham City, fazendo a personagem de Batman ir mais além do que é capaz.

Com toda esta história, durante as quase três horas de filme bem passadas, podemos ver cenas muito bem organizadas, idealistas e geniais, que são acompanhadas por uma banda sonora brilhante. Neste, Bruce Wayne é mais explorado ao longo do filme do que este com o fato e artilharia, ou seja, aquando Batman. Poderemos ver o homem que está por detrás da máscara. Christian Bale, ator que interpreta Batman há alguns anos, continua a demonstrar o seu talento, oferecendo mais de si à personagem. E, o outro trunfo do filme é o vilão Bane, que após Joker, interpretado brilhantemente por Heath Leder, este não fica nada atrás. Tom Hardy, que dá vida a Bane, fá-lo de forma fantástica e empenhada, pois só podia expressar-se basicamente pelo olhar e voz e, isso é notável pois criou medo e intimidou o público.

Por fim, Christopher Nolan não desiludiu com este último filme da trilogia, pelo contrário, revelou a sua genialidade e grandiosidade. A lenda acaba da melhor maneira. Sem dúvida, será um dos filmes que marcará Hollywood. A não perder!

O Cavaleiro das Trevas Renasce
M12|Acção, Aventura, Drama|EUA|164m, IMDB: 9/10 (223,932 votos)
Anúncios